Manifestações contrárias ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão previstas para ocorrer no feriado de independência do Brasil, em 7 de setembro, e estão confirmadas em ao menos 60 cidades pelo país. Os chamados ‘Gritos dos Excluídos’ ocorrerão prioritariamente no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre. As informações são do jornalista Lauro Jardim.

Entidades de direitos humanos comandarão alguns atos e, declaradamente, farão protestos contra a condução do governo federal. Uma parcela da Igreja Católica também participará através do lema “vida em primeiro lugar”.

Há uma crescente preocupação com a segurança dos protestantes. Em Brasília, a separação entre as manifestações contrárias e favoráveis aos presidente ocorrerão com uma separação de 3km. Na Avenida Paulista, em São Paulo, será de 5km. No Rio de Janeiro, apenas 12km irão separar as manifestações antagônicas.

Fonte: iG Último segundo