Ministros do Supremo discutem tornar Bolsonaro inelegível

single-image

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) têm discutido tornar Jair Bolsonaro inelegível. Magistrados planejam uma estratégia jurídica para fechar o cerco sobre o presidente.

A depender de seu tom no próximo ato golpista, Bolsonaro pode fornecer provas contra ele no inquérito já aberto pela corte. Se disser algo que possa se configurar algum crime, o presidente poderá ter usa candidatura negada em 2022.

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) têm discutido tornar Jair Bolsonaro inelegível. Magistrados planejam uma estratégia jurídica para fechar o cerco sobre o presidente.

A depender de seu tom no próximo ato golpista, Bolsonaro pode fornecer provas contra ele no inquérito já aberto pela corte. Se disser algo que possa se configurar algum crime, o presidente poderá ter usa candidatura negada em 2022.

Bolsonaro já é alvo de inquérito no TSE

O presidente é alvo de inquérito no TSE, aberto após sua live em que disseminou fake news contra a urna eletrônica. O ministro Barroso justificou “abuso do poder econômico e político, uso indevido de veículos de imprensa, corrupção e ataques a legitimidade das eleições”.

Fonte: DCM