Jair Bolsonaro sugeriu há pouco que as assembleias legislativas dos estados deveriam aprovar leis que obrigassem agentes de segurança pública a doar R$ 10 reais para ajudar a família de colegas mortos.

O presidente afirmou que, no passado, seu filho Flávio tentou aprovar um projeto semelhante na Alerj, mas não teve sucesso.

Segundo Bolsonaro, existem 60 mil policiais e bombeiros no Rio de Janeiro.

Se a cada policial ou bombeiro que venha a falecer, não interessa a causa, cada um desses 60 mil [agentes de segurança] doa R$ 10 reais para aquela viúva ou filho, ou quem o militar designasse como beneficiário, seriam R$ 600 mil para aquela pessoa. Obviamente, nada supre a vida de uma pessoa, mas seria uma grande coisa.”

A declaração foi dada durante a cerimônia de lançamento de um programa habitacional para agentes de segurança pública .

O Antagonista