O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, desembarcou em São Paulo por volta das 8h desta segunda-feira (4), depois de passar duas semanas em isolamento em Nova York, por ter sido diagnosticado com Covid-19. Ele permaneceu em quarentena desde 21 de setembro, dia em que a comitiva presidencial embarcou de volta para o Brasil após participar da 76ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas.

O teste negativo para Covid-19 foi realizado nesse domingo (3). A informação foi confirmada pelo próprio ministro, que agradeceu “a todos que enviaram boas vibrações”.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, desembarcou em São Paulo por volta das 8h desta segunda-feira (4), depois de passar duas semanas em isolamento em Nova York, por ter sido diagnosticado com Covid-19. Ele permaneceu em quarentena desde 21 de setembro, dia em que a comitiva presidencial embarcou de volta para o Brasil após participar da 76ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas.

O teste negativo para Covid-19 foi realizado nesse domingo (3). A informação foi confirmada pelo próprio ministro, que agradeceu “a todos que enviaram boas vibrações”.

Da comitiva presidencial que esteve na reunião da ONU, somente Queiroga apresentou resultado positivo para Covid. Apesar disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou quarentena para todo o grupo, aproximadamente 50 integrantes, incluindo o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Todos passaram por novos exames. Só foram liberados aqueles que continuaram apresentando resultado negativo para Covid após três dias. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e um funcionário do cerimonial do Planalto também manifestaram a doença dias depois de retornar ao país.

 

R7