‘Flurona’: São Paulo tem 24 casos confirmados da coinfecção

single-image

São Paulo registrou 24 casos de “flurona”, coinfecção por Covid-19 e o vírus Influenza . Segundo nota da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) enviada ao iG nesta terça-feira (04), todos os pacientes com SRAG (Síndrome Respiratórias Agudas Grave) hospitalizados têm coletado amostras para pesquisa dos vírus Influenza e Sars-CoV-2 desde 2020.

“Dados do Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) indicaram 24 registros de SRAG com coinfecção de influenza e Covid-19, considerando a metodologia RT-PCR detectável para ambos os vírus”, diz trecho da nota.

Segundo a secretaria, os casos de SRAG tem sido monitorado pela pasta através do Painel Viral dos pacientes que se encontram internados.

Até a manhã desta terça, o Hospital Municipal da Brasilândia, que trata dos casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves, havia 121 pacientes internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 164 em leitos de enfermaria.

Ainda, ao menos três estados brasileiros apresentam casos de “flurona” . Ceará, Rio de Janeiro e São Paulo foram até agora os locais que apresentaram a coinfecção. O primeiro caso surgiu em Israel , no último sábado (01).

No Rio, o infectado é um adolescente de 16 anos que não apresenta sintomas, mas testou positivo para os dois vírus. Em fortaleza, capital do Ceará, há três casos da dupla infecção, um bebê, uma criança e um homem de 52 anos. O trio não apresentou complicações e passa bem.