Ibovespa cai, na contramão das bolsas americanas; falas de Lula derrubam ações da Petrobras

single-image

 

O Ibovespa chega na última hora do pregão desta sexta-feira operando abaixo dos 112 mil pontos. Desta vez, é a Bolsa brasileira que opera com desvantagem em relação aos índices em Wall Street, que se recuperam parcialmente do tombo das últimas sessões. O Ibovespa recua 0,75%, aos 111.764 pontos e um volume financeiro girando em torno de R$ 25 bilhões.

Ações de peso da Bolsa puxam o Ibovespa para baixo hoje, com destaque para Petrobras (PETR3;PETR4). PETR4 cai agora mais de 4%, após declarações do ex-presidente Lula, primeiro lugar nas pesquisas presidenciais para as eleições deste ano.

Ele defendeu o fim do pareamento dos preços dos combustíveis brasileiros ao mercado internacional e também a interrupção do pagamento dos dividendos [ver nota das 13h36].

O dólar, próximo ao fechamento, opera em baixa de 0,61%, a R$ 5,390 na compra e R$ 5,391 na venda.

Na sessão estendida do mercado de juros, os contratos operam próximos da estabilidade. O DI com vencimento em janeiro de 2023 cai um ponto-base, a 12,23%. O para janeiro de 2025 opera estável a 11,33%. Os vincendos nos primeiros meses de 2027 e 2029 recuam um ponto-base a 11,28% 11,41% respectivamente.