PB é um dos dois únicos estados que geraram saldo positivo de emprego em dezembro

single-image

A Paraíba foi o segundo Estado que mais gerou saldo positivo de emprego formal no Brasil em dezembro de 2021. Apenas dois Estados fecharam o mês com saldo positivo: Paraíba e Alagoas, de acordo com dados do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, sendo dezembro o décimo mês consecutivo de saldo positivo do Estado no mercado de trabalho formal.

Vale destacar que o setor de serviços foi o que mais gerou empregos no mês de dezembro de 2021 na Paraíba, seguido do setor da construção civil (210).

Nos doze meses do ano passado, o Estado gerou 175.195 admissões contra 142.225 desligamentos, resultando no saldo de 32.970 postos de trabalho, variação relativa de 8,1% sobre o estoque de empregos acumulado. O resultado elevou a Paraíba para a 5ª posição entre os estados do Nordeste. Numa comparação do saldo de emprego acumulado de janeiro a dezembro de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, a Paraíba apresentou desempenho positivo com variação absoluta de 27.818 empregos entre novos e reinseridos no mercado de trabalho.

Todos os setores apresentaram saldo positivo de contratações ao longo de 2021. Os que mais contribuíram para o desempenho do mercado de trabalho foram os setores de serviços (14.947) e de comércio (9.137). Esses dois representaram 73% do saldo total. Na sequência, vieram os setores da construção (5.629) e da indústria (2.999); enquanto a agropecuária completa a lista com um saldo positivo de 258 postos.

Dezembro foi o décimo mês consecutivo de saldo positivo do Estado no mercado de trabalho formal. Os saldos dos dez meses foram: março (1.607), abril (245); maio (2.749); junho (3.419); julho (2.833), agosto (9.974), setembro (5.166), e outubro (4.273), novembro (4.368) e o mês de dezembro, que normalmente é de ajustes devido ao encerramento dos empregos temporários, teve ainda um saldo positivo de 61 vagas.

Cenário Regional – Todas as regiões do país tiveram saldo positivo na geração de emprego de janeiro a dezembro de 2021 e também nas 27 unidades da federação. Na Região, Sudeste gerou um saldo de 1.349.692 postos de trabalho (crescimento de 6,8%); no Sul, o saldo foi de 480.771 postos a mais (alta de 6,61%); no Nordeste foram criados mais 474.578 postos (7,58%); no Centro-Oeste, o acréscimo foi de 263.304 vagas (8,07%); e a Região Norte teve incremento de 154.667 empregos formais (8,62%).

O Brasil terminou o ano de 2021 com saldo positivo de 2.730.597 vagas de emprego com carteira de trabalho assinada. Ao longo do ano, foram registradas 20.699.802 admissões e 17.969.205 desligamentos.

Da Redação com Secom