Efraim garante autonomia para divergir de Pedro: “Não estou obrigado a votar em Doria”

single-image

O pré-candidato a senador Efraim Filho (União Brasil) revelou que não será obrigado a apoiar o pré-candidato a presidente João Doria (PSDB) estando na chapa do pré-candidato a governador Pedro Cunha Lima (PSDB).

“Não estou obrigado a votar em Doria. O União Brasil tem um processo de escolha e o presidente, Luciano Bivar, pode até compor uma chapa nacional, mas a partir do dia 2 de abril é que a cena nacional passa a ganhar protagonismo nas decisões do União Brasil”, garantiu.

De acordo com Efraim, Pedro pretende montar uma chapa “bastante plural” que deve abrigar todo mundo que seja oposição ao atual governador João Azevêdo (PSB), com a questão nacional sendo pouco relevante.

“Pedro pretende, sim, ter um palanque bastante plural, não resumido apenas à figura do PSDB. A intenção de Pedro é ter um debate estadualizado, ele é oposição ao Governo [do Estado]. Então o que Pedro tem dito que é que todos aqueles que querem e almejam por mudanças na Paraíba encontrarão guarida e espaço no projeto de Pedro”, disse.

 

PB Agora