Preço do gás de cozinha chega a R$ 128 na PB; confira qual o valor do Auxílio Gás e quem recebe no mês de abril

single-image

Uma pesquisa realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostrou que o preço do botijão de 13 quilos do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, chegou a R$ 128 na Paraíba. Sobre esse assunto, o portal procurou informações sobre o Auxílio Gás que começou a ser pago para os brasileiros de baixa renda que, em abril, continua sendo feito de acordo com o Número de Identificação Social (NIS). O que muda é a quantia liberada para as famílias, portanto, confira qual o valor do Auxílio Gás.

No total, a ANP analisou os preços do gás de cozinha em seis municípios paraibanos, do Litoral ao Sertão. O botijão mais barato foi encontrado em João Pessoa ao custo de R$ 99,99. Já o maior valor praticado na capital paraibana, que teve 19 locais pesquisados, foi de R$ 125. Em Campina Grande, onde também foram verificados 19 estabelecimentos, o valor mais barato foi de R$ 110.

Na Região Metropolitana de João Pessoa, os municípios de Cabedelo e Bayeux também fizeram parte da pesquisa. Os preços variaram entre R$ 125 e R$ 100 e R$ 116 e R$ 115, respectivamente. No Sertão do estado, os valores foram mais aproximados. Em Sousa o preço máximo de um botijão de 13 quilos chegou a R$ 117 e o mínimo a R$ 110. Em Patos, os valores oscilaram entre R$ 120 e R$ 112. No estado, o preço médio ficou em R$ 116,96, sendo o 14º maior valor entre os 26 estados e o Distrito Federal. Em todo o país, o preço do botição chegou a R$ 160 no estado do Mato Grosso, enquanto que o menor preço (R$ 78) foi encontrado no Maranhão.

Qual o valor do Auxílio Gás?

Neste mês, as famílias vão receber R$ 51 do Auxílio Gás. O benefício corresponde a 50% da média do preço nacional do botijão de 13kg de gás liquefeito de petróleo (GLP) e cada família considerada apta ao pagamento pode receber apenas um benefício a cada dois meses.

No entanto, quem estava esperando para saber qual o valor do Auxílio Gás viu que a quantia ficou abaixo do esperado, considerando o aumento nos preços do gás de cozinha que foram registrados nas últimas semanas.

Segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) feita entre 3 e 9 de abril, o botijão de 13 kg chegou a custar no mercado a quantia de R$ 113,54, em média. Sem o reajuste aguardado, o benefício em abril ficou R$ 1 menor que o pagamento feito em fevereiro, quando foi liberado pelo governo a quantia de R$52 para cada família beneficiária.

Para calcular o valor, o governo leva em consideração o levantamento da média de preços do botijão de 13 kg vendido ao consumidor final, de acordo com o Sistema de Levantamento de Preços (SLP).Esse levantamento é feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que publica em seu site mensalmente o valor apurado do gás de cozinha conforme os reajustes que vem ocorrendo.

Sobre qual o valor do Auxílio Gás e a redução da quantia neste mês, o Ministério da Cidadania informou ao jornal G1 que o cálculo leva em consideração a média de preços praticados pelo mercado nos seis meses anteriores ao pagamento do auxílio, apesar de ser pago de forma bimestral.

Consulta e depósito do valor

Como o auxílio será liberado em conta digital, para saber qual o valor do Auxílio Gás os beneficiários podem acessar o aplicativo Caixa Tem. Outra opção é conferir informações do pagamento pelo app Auxílio Brasil, visto que o depósito é feito junto com o benefício social para as famílias de baixa renda.

Assim, acesse a plataforma escolhida informando o CPF e a senha ou faça o cadastro caso seja o primeiro acesso, informando os dados pessoais para que o beneficiário seja identificado. Depois, toque na opção “extrato” para conferir se o pagamento de R$ 51 referente ao benefício consta como “aprovado”.

A consulta para saber qual o valor do Auxílio Gás também pode ser realizada pelo Atendimento Caixa. Neste caso, é necessário ligar para o telefone 111 e digitar o CPF ou NIS para obter informações sobre qual o valor do Auxílio Gás e a data de pagamento do benefício, que será retomado na próxima segunda-feira, dia 18. Veja o calendário atualizado:

NIS final 1 – 14 de abril (quinta-feira);
NIS final 2 – 18 de abril (segunda-feira);
NIS final 3 – 19 de abril (terça-feira);
NIS final 4 – 20 de abril (quarta-feira);
NIS final 5 – 22 de abril (sexta-feira);
NIS final 6 – 25 de abril (segunda-feira);
NIS final 7 – 26 de abril (terça-feira);
NIS final 8 – 27 de abril (quarta-feira);
NIS final 9 – 28 de abril (quinta-feira);
NIS final 0 – 29 de abril (sexta-feira).

Quais são as pessoas que têm direito Auxílio Gás?

Para receber o Auxílio Gás, a família precisa estar inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) que é o principal meio de acesso à programas sociais atualmente. Quem já tiver essa inscrição deve se certificar que ela está atualizada há, pelo menos, 24 meses.

Além disso, é preciso estar dentro do limite de renda permitido para participar do programa que prevê o Auxílio Gás para ter acesso ao valor do Auxílio Gás. Neste caso, o cidadão precisa ter renda familiar mensal que seja menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa, que é de R$ 606 em 2022.

O governo têm ainda priorizado alguns grupos para acessar qual o valor do Auxílio Gás. Neste caso, estão as famílias que possuem menor renda por pessoa; aquelas que tem maior quantidade de membros, além das famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

Também têm direito de receber o Auxílio Gás pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) que é pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Para receber o Auxílio Gás, não é necessário se cadastrar. Isso porque o governo realiza mensalmente a análise das inscrições no CadÚnico para que os cidadãos de baixa renda sejam incluídos no programa social. Neste mês, por exemplo, o Auxílio Gás será pago a 5,39 milhões de famílias.