Avião da Azul faz pouso de emergência em Belo Horizonte

Um avião que decolou do Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, com direção a Guanambi, na Bahia, passou por procedimento de emergência no início da tarde desta 4ª feira (20.jul). Logo após decolar, a aeronave teve de realizar manobras circulares sobrevoando a região de Araçaí para despejar combustível.

O voo 4136, da companhia aérea Azul, decolou às 13h17 e, poucos minutos depois, precisou realizar a manobra, chamada alijamento de combustível, que é uma estratégia comum realizada antes de pousos de emergência. Como o avião havia decolado há poucos minutos, o tanque estava relativamente cheio, portanto, foi necessário despejar combustível para reduzir o peso da aeronave antes da aterrissagem emergencial.

O piloto chegou a fazer uma órbita próximo a Funilândia, mas como era uma área habitada, se deslocou até a região de Araçaí para alijar o material de forma segura. A operação aconteceu a 8 mil pés, cerca de 2.438 metros de altura.

Durante a manobra, o piloto da aeronave informou o código “Pan-Pan” à cabine do aeroporto, o que significa que há uma emergência, mas sem risco imediato ao aparelho ou à vida dos tripulantes.

De acordo com a BH Airport, empresa que administra o aeroporto de onde saiu o voo 4136, o piloto do avião solicitou retorno ao terminal por questões técnicas às 13h55, exatos 38 minutos após a decolagem. A aeronave conseguiu pousar em Confins às 14h43.

A pista de Confins ficou impraticável por 18 minutos, mas já foi liberada. Ainda segundo a BH Airport, até as 14h50, o procedimento emergencial não causou impacto nos demais voos previstos.
* Com informações do Estado de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.