Professor de matemática morto na frente da filha pode ter sido confundido com irmão

Compartilhe

O professor de matemática Luecir Brito, 49 anos, pode ter sido morto por engano na frente da filha, próximo à uma escola no bairro José Américo, em João Pessoa. A informação foi antecipada em primeira mão ao Sistema Arapuan de Comunicação nesta terça-feira (12) pelo irmão da vítima, Licínio de Brito.

Ao programa 60 Minutos, o repórter Abnny Caetano, que entrevistou Licínio de Brito, deu detalhes sobre a matéria que vai ao ar, às 18h, com exclusividade no programa Rota da Notícia. Nela, Lícinio detalhou que havia alugado uma casa a ex-mulher do suspeito, o policial militar aposentado Antônio Francisco Sales, de 81 anos.

Ainda de acordo com Licínio de Brito ao repórter Abnny Caetano, o ato não teria agradado o policial militar reformado, que pode ter matado o professor de matemática por engano por inconformismo com a situação.

Leia Mais

Últimas notícias