Nova parabólica digital vira “antídoto contra a desinformação” para beneficiária da Siga Antenado

Compartilhe

Nos últimos tempos, as fake news atravessam a vida de pessoas de todas as idades, mas acabam sendo mais sensíveis para os idosos, que estão há menos tempo no ambiente digital. Com a crescente informações disseminadas nas redes sociais, acreditar ou não, de cara, no que surge por aí está cada vez mais difícil.

Desconfiada, a aposentada Maria Egina Costa Campos, de 70 anos, moradora de Cuiabá, criou o seu próprio “antídoto” contra a desinformação: assistir aos jornais e poder, então, interpretar as notícias por conta própria.

Maria Egina, mora com sua filha Kellen Aparecida e seus dois netos eusa a televisão como uma ferramenta essencial para combater a desinformação e acompanhar notícias em primeira mão. “Eu preciso ver o jornal diariamente. Vou saber da notícia por outras pessoas? Sei lá se estão falando certo… Por isso, tenho que assistir ao jornal”, afirma Maria Egina, ressaltando a importância de uma fonte confiável de informações.

A rotina de Maria Egina é compartilhada de perto com sua filha. Elas fazem tudo juntas: almoçam, jantam, vão ao supermercado e, claro, assistem à TV. Foi assim que elas ficaram sabendo que poderiam ser beneficiárias da Siga Antenado, e ter direito à instalação gratuita da nova parabólica digital.

Pouco tempo depois, elas tiveram o equipamento instalado e relatam com entusiasmo a rapidez e eficiência do processo: “Minha filha Kelen viu o anúncio pelo celular e passou também na televisão. Ela ligou e, logo em seguida, um rapaz veio instalar. Foi muito rápido, até me admirei. Depois disso a gente continuou a propaganda por aqui”. A aposentada ressalta a melhora significativa na qualidade da imagem e do som: “Foi muito bom. A imagem tem mais cores, a programação, o som… tudo melhorou. A TV é muito importante, ainda mais na minha idade.”

Sobre a Siga Antenado

A Siga Antenado é uma entidade não-governamental e sem fins lucrativos que está substituindo gratuitamente as parabólicas tradicionais por parabólicas digitais para famílias de baixa renda inscritas em programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). O objetivo é garantir que essas famílias continuem tendo acesso aos canais de TV aberta com uma qualidade superior de imagem e som.

Desde o início do projeto, mais de 3 milhões de kits com a nova parabólica digital foram instalados em todo o país, nas cidades onde o agendamento da instalação está aberto. A substituição traz diversas vantagens, incluindo a oferta de mais de 80 canais gratuitos e a manutenção dos canais regionais.

Como Participar

Famílias interessadas em realizar a troca da parabólica devem entrar em contato com a Siga Antenado pelos canais de atendimento disponíveis: o site www.sigaantenado.com.br ou o telefone 0800 729 2404, que também recebe mensagens via WhatsApp. Entre os pré-requisitos, é necessário ser beneficiário de algum programa social do Governo Federal e ter em casa uma parabólica tradicional instalada e funcionando. O processo é simples e rápido, bastando o beneficiário informar seu CPF ou NIS (Número de Identificação Social) e, então, marcar a data de sua preferência para que a instalação seja realizada.

Leia Mais

Últimas notícias